Com 1.350 inscritos, Torneio Budokan supera metas e estabelece novo recorde

Tradição, aspectos culturais e história, fazem do Torneio Budokan uma fonte inspiradora para os amantes do judô essência © Arquivo

Os principias medalhistas olímpicos de São Paulo já confirmaram presença na competição mais antiga do Brasil

Por Paulo Pinto / FPJCOM
27 de julho de 2022 / São Paulo (SP)

A Federação Paulista de Judô (FPJudô) e a Associação de Judô Hombu Budokan realizarão neste domingo (31) a 71ª edição do tradicional Torneio Budokan, com disputas individuais nas categorias masculina e feminina das classes sub 11 a veterano, além do sensacional torneio por equipes. As lutas se realizarão no Ginásio Poliesportivo Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo (SP).

Nesta segunda-feira (25) encerraram-se as inscrições do evento mais tradicional da modalidade no País, totalizando pouco mais de 1.200 judocas nas disputas individuais, além dos 150 que se inscreveram na competição por equipes. Com 1.350 inscrições, o Torneio Budokan atinge uma importante marca e volta a figurar entre as principais competições extraoficiais do calendário do judô nacional.

Medalhistas olímpicos

Os principais medalhistas olímpicos do Estado de São Paulo já confirmaram presença no encontro, entre os quais o pioneiro professor kodanshaChiaki Ishii (93kg), medalha de bronze em Munique 1972; Douglas Vieira (95kg), medalha de prata em Los Angeles 1984; Luís Onmura (71kg), bronze em Los Angeles 1984; Walter Carmona (86kg), bronze em Los Angeles 1984; Rogério Sampaio (65kg), ouro em Barcelona 1992; Henrique Guimarães (65kg), bronze em Atlanta1996; Carlos Honorato (90kg), prata em Sydney 2000; Rafael Silva, o Babi (+100kg), medalha de bronze nos Jogos de Londres 2012 e Rio de Janeiro 2016.

Fundada em 1936 pelo professor kodansha Ryuzo Ogawa, a Associação de Judô Hombu Budokan instituiu o Torneio Budokan no início da década de 1950, reunindo apenas cerca de 40 competidores em sua primeira edição. Em 1951 o torneio recebeu um número expressivo de participantes. As celebrações que no ano passado comemorariam os 70 anos de tradição e história, porém, foram adiadas para este ano em função da pandemia.

Tradição quase secular

Todas as regras estabelecidas pelo mestre Ogawa no século passado serão mantidas. A competição em si não muda nada, o que distingue o torneio dos demais campeonatos é a maneira de montar a estrutura, segundo o professor kodansha Osvaldo Hatiro Ogawa.

banner

“Nós mantemos a tradição de colocar cortinas brancas e vermelhas que simbolizam eventos festivos. Isso é chamado de kohaku o maku. Nós também montamos um santuário que simboliza proteção para o evento e todos que se encontram no local, atletas, árbitros, professores, dirigentes e familiares, por intermédio da deusa do esporte, Amaterasu Oomikami. Ali deixamos algumas oferendas para ativar esta proteção: verduras, legumes, frutas, moti, duas garrafas de saquê etc. Com isso evocamos uma luz divina para proteção de todos que estão no evento.”

Outra tradição relevante é a utilização do judogi branco por atletas, árbitros e dirigentes. “É lógico que isso também é embasado em simbolismos como a pureza, a retidão e a cor branca da bandeira do Japão. Além disso, abrimos a competição com taikô, bandas com instrumentos de percussão, uma tradição milenar japonesa que remonta aos instrumentos usados para reunir a tropa ou membros da comunidade. As equipes finalistas recebem troféus, entre outros procedimentos tradicionalmente respeitados na competição”, explicou sensei Hatiro.

O regulamento do torneio pode ser acessado no site da Federação Paulista de Judô, bem como os outilines das disputas individuais, por equipes e demais informações que estão abaixo.

A Federação Paulista de Judô tem apoio da Ajinomoto do Brasil, Original Tatamis, Shihan Kimonos, MKS/Adidas e Budokan Kimonos. Por meio das suas 16 delegacias regionais a entidade congrega mais de 10 mil atletas federados e está presente em 282 municípios do Estado de São Paulo. Anualmente a FPJudô credencia cerca de 1.500 técnicos e 950 árbitros, que atuam em competições regionais, estaduais, nacionais e internacionais. O Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura de São Bernardo do Campo são apoiadores másteres da entidade.

REGULAMENTO Torneio Budokan 2022.

Outline Torneio Anual INDIVIDUAL Budokan 2022.

Outline Torneio Anual POR EQUIPES Budokan 2022.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo