Com atuação brilhante, Esporte Clube Pinheiros conquista quatro ouros e é campeão da Taça Brasil Sub 21

Beatriz Freitas do Esporte Clube Pinheiros (ouro) e Thayna Chiodi Club Athletico Paulistano (prata) fizeram a dobradinha paulista no peso meio-pesado © CBJ

Competição interclubes da classe júnior levou 370 atletas de 83 agremiações ao ginásio do Clube Curitibano, na capital paranaense

Por Paulo Pinto / FPJCOM
9 de julho de 2022 / Curitiba (PR)

Com o apoio da Federação Paranaense de Judô (FPrJ), a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) realizou no último fim de semana a Taça Brasil Sub 21, competição interclubes da classe júnior que reuniu 370 atletas de 83 agremiações e 18 Estados no ginásio do Clube Curitibano, em Curitiba (PR).

Após dois anos de suspensão devido à pandemia da covid 19, o certame voltou com força total e valendo pontos para o ranking que definirá os atletas da seleção brasileira que vai disputar o Campeonato Mundial Júnior, de 10 a 14 de agosto em Guayaquil, no Equador.

Icracir Rosa, presidente da Comissão de Graus de CBJ fez a premiação do peso meio-leve que teve o trio paulista formado por Ronald Lima do Esporte Clube Pinheiros (ouro), Caio Kiwada da A. E. R. e Cultural Santa Maria (prata) e Ernane Neves do SESI-SP (bronze) © CBJ

As medalhistas de ouro no feminino foram as judocas Alexia Nascimento (48kg/MS), Fernanda Santos (52kg/SP), Milena Demarco (57kg/MS), Nauana Silva (63kg/SP), Luana Carvalho (70kg/RJ), Beatriz Freitas (78kg/SP) e Katia Alves (+78kg/RS).

No masculino os medalhistas de ouro foram os atletas Henrique da Silva (60kg/RS), Ronald Lima (66kg/SP), Gabriel Falcão (73kg/RJ), Kauan dos Santos (81kg/RJ), Guilherme Morais (90kg/SP), Kayo Santos (100kg/MG) e Vítor Fagundes (+100kg/RS).

Rendimento

Com três medalhas de ouro e uma de bronze, o Esporte Clube Pinheiros (SP) conquistou o primeiro lugar do quadro geral de medalhas no naipe feminino. O Grêmio Náutico União (RS) ficou em segundo, com um ouro e um bronze, seguido por Associação Desportiva Moura (RS), em terceiro, Umbra-Vasco (RJ), em quarto, e Judô Clube Mogi das Cruzes (SP), no quinto lugar.

Ney de Lucca Mecking, presidente da Federação Paranaense do Desporto Universitário e do Conselho de Ética da FPrJ premiou o peso meio-leve que também foi formado pelo trio de judocas paulistas: Fernanda Santos (ouro) Esporte Clube Pinheiros, Giovana Shimada (prata) Judô Clube Mogi das Cruzes e Rafaela Rodrigues Clube Internacional de Regatas de Santos © CBJ

Entre as 11 equipes que disputaram finais femininas, quatro eram de São Paulo. Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul tiveram duas representantes e Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina, uma.

No masculino, o Grêmio Náutico União (RS) garantiu a liderança com dois ouros. O Instituto Reação (RJ), ficou em segundo lugar, com um ouro e duas pratas; o Sesi-SP (SP), em terceiro; o C.R. Flamengo (RJ), em quarto e o Minas Tênis Clube (MG), em quinto.

Edison Minakawa, gestor nacional de arbitragem e sensei do Clube Hebraica de São Paulo fez a premiação do peso meio-médio © CBJ

Entre as oito equipes que disputaram finais no masculino, eram são de São Paulo, duas do Rio de Janeiro, uma do Rio Grande do Sul e uma de Minas Gerais.

Um aspecto bastante interessante é que das 83 agremiações de 18 Estados, 28 eram de São Paulo, nove do Paraná, sete do Rio de Janeiro, seis do Mato Grosso do Sul, cinco de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, quatro do Distrito Federal, três do Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Pernambuco, duas de Sergipe e Rondônia e uma do Espírito Santo, Mato Grosso, Ceará, Pará, Bahia e Goiás.

Pódio por agremiação feminino com o Esporte Clube Pinheiros (SP) na primeira colocação

Quadro de medalhas

A melhor campanha em Curitiba foi realizada pelo Esporte Clube Pinheiros (SP). Comandado pelo professor kodansha hachi-dan (8º dan) Sérgio Baldijão, o clube paulista foi ao Paraná com 11 atletas e conquistou quatro medalhas de ouro com Fernanda Santos (meio-leve), Nauana Silva (meio-médio), Beatriz Freitas (meio-pesado), Ronald Lima (meio-leve) e uma de bronze com Sarah Souza (leve).

Clique AQUI e confira os quadros individual e geral de medalhas.

Pódio por agremiação masculino com o Grêmio Náutico União (RS) na primeira colocação
Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo