Milton Gonçalves era um entusiasta do esporte; judô foi crucial em sua vida

Milton Gonçalves em uma participação na Globo © Divulgação TV Globo / Renato Rocha Miranda

O ator nunca escondeu a sua paixão pelo Flamengo e, em entrevista ao SporTV, em 2013, contou como o judô o ajudou a superar momentos difíceis

Fonte Redação do GE
31 de maio de 2022 / Curitiba (PR)

O ator Milton Gonçalves faleceu nesta segunda-feira (30), aos 88 anos, em decorrência de problemas de saúde que vinha enfrentando desde que sofreu um AVC em 2020. Milton, que ficou conhecido por trabalhos marcantes nas novelas “O bem-amado” (1973), “Pecado capital” (1975) e “Sinhá Moça” (1986), quando inclusive participou da segunda versão, em 2006, que lhe valeu a indicação ao prêmio de Melhor Ator no Emmy Internacional, também tinha uma outra paixão: o esporte. Entre diversas narrações para séries especiais e documentários, ele deixou registrada, em 2013, a admiração pelo judô.

Naquele ano, Milton Gonçalves gravou a locução do Sensei SporTV, que fez um documentário especial sobre Keiko Fukuda, discípula de Jigoro Kano e pioneira na difusão do judô no mundo.

“Tenho por ela o maior respeito não só como judoca juu-dan (10º dan), mas a uma mulher que teve a coragem de enfrentar a hostilidade” refletiu, ao lembrar que Keiko Fukuda enfrentou os preconceitos machistas do Japão dos anos 1930 para se tornar uma referência no esporte.

Milton foi aluno do icônico sensei Fukio Nakano na tradicional Associação de Judô Nakano que ficava na Rua 24 de maio no centro da cidade de São Paulo. Para ele, os ensinamentos do judô na vitória e na derrota o ajudaram a atravessar momentos difíceis na vida.

“Isso me ajudou psicologicamente a aceitar a derrota como uma coisa factível. Isso está plantado dentro da minha cabeça, do meu coração, porque foi o que me ajudou a sobreviver num meio hostil, pobre, duro e teso. O judô me ajudou a ter mais confiança em mim mesmo”, contou à época.

Além do judô, Milton nunca escondeu ser torcedor do Flamengo. Em uma participação no programa Redação SporTV, ele declarou o seu amor ao clube.

Além de figura marcante na televisão brasileira e no esporte, Milton lutou contra o preconceito e foi uma figura importante pelo reconhecimento do trabalho dos negros.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo