SESI Bauru sedia a segunda fase do credenciamento técnico da F.P.Judô

Com o apoio do Serviço Social da Indústria (SESI-SP), a Federação Paulista de Judô (F.P.Judô) realizou neste sábado (9 de março) a última fase do credenciamento técnico desta temporada.

Entre os palestrantes estavam os professores Joji Kimura, coordenador técnico da F.P.Judô, que falou sobre as alterações nas regras, novas normas e propostas para 2019; e José Alfredo Olívio Júnior, que discorreu sobre pedagogia complexa do judô. Já Maurício Neves, representando o medalhista olímpico Tiago Camilo, demonstrou a plataforma sueca Athlete Analyzer para o gerenciamento de treinamento de atletas e análise de lutas, enquanto o professor kodansha Takeshi Yokoti, coordenador de arbitragem da F.P.Judô,fez palestra sobre as mudanças nas regras promovidas pela FIJ para esta temporada.

Na sequência, Fernando Ikeda, coordenador de oficiais técnicos da 1ª DRJ Capital, comandou a reunião anual com os coordenadores de oficiais técnicos do interior.

Autoridades políticas e esportivas participaram da cerimônia de abertura, entre as quais Alessandro Panitz Puglia, presidente da F.P.Judô;Clóvis Aparecido Cavenaghi Pereira, diretor do SESI-SP da Região de Bauru; Joji Kimura, coordenador técnico da F.P.Judô; Júlio César Jacopi, supervisor de eventos da F.P.Judô; Takeshi Yokoti, coordenador de arbitragem da F.P.Judô; Adib Bittar Júnior, coordenador financeiro da F.P.Judô; e os delegados regionais Osmar Aparecido Feltrim, André Gustavo Costa Gonçalves, Raul de Mello Senra Bisneto,Wilmar Terumiti Shiraga, Argeu Maurício de Oliveira Neto, o anfitrião do evento, e seu delegado adjunto Átila Castro Silveira.

Os professores kodanshas Francisco Aguiar Garcia, Teruo Nakamura, Isaburo Suto, Sérgio Lex, Marcos Elias Mercadante,Marcos Francisco da Silva, Jorge Siqueira, Roberto Luiz Fuscaldo e Luís Sérgio Ferrante abrilhantaram a segunda fase do credenciamento técnico desta temporada.

Segundo os organizadores, o evento reuniu 246 professores que, somados aos 1.220 participantes da primeira fase realizada em São Bernardo do Campo, totalizam 1.466 técnicos credenciados para atuar nos certames da Federação Paulista de Judô e da Confederação Brasileira de Judô desta temporada.

 

Dirigentes avaliam CT 2019 positivamente

 

Após a realização da segunda fase do Credenciamento  Técnico 2019, Alessandro Panitz Puglia enfatizou a importância do evento no processo de atualização dos técnicos paulistas.

Mais uma vez iniciamos a temporada cumprindo nosso papel de manter os técnicos paulistas a par das inovações dessa área e das novas tecnologias que estão disponíveis. Os dados dos relatórios relativos ao ano passadonos fortalecem ainda mais e apontam o caminho que devemos seguir. Fico muito satisfeito por a cada ano oferecer maior motivação para os nossos professores. Entendo que as duas etapas do credenciamento tenham sido muito importantes porque todos os palestrantes apresentaram conteúdos úteis, focalizando as mesmas questões”, disse.

Joji Kimura comemorou os números expressivos das duas etapas, mas explicou que a meta deste ano era induzir os técnicos a adotarem um pensamento mais estratégico no médio e longo prazos.

“Avalio que o credenciamento técnico deste ano foi muito bom e superou todas as expectativas. Os números na capital e no interior surpreenderam, mas a meta este ano era criar uma reflexão e uma provocação para os professores em relação às categorias de base.Ou seja, plantarmos uma semente, reavaliarmos a forma de treinamento e até mesmo reinventarmos os processos adotados até aqui – e felizmente deu certo. Estamos criando alguns roteiros diferentes para atingir novos objetivos ea meu ver o ponto alto do Credenciamento Técnico 2019 foi induzir um pensamento mais estratégico nos nossos técnicos daqui em diante”, explicou o coordenador técnico da F.P.Judô.

Clóvis Aparecido Cavenaghi Pereira reiterou a disposição do SESI-SP de receber e apoiar os eventos e participar das principais iniciativas da Federação Paulista de Judô.

“No dia 9 de março de 2019, ano de comemoração do cinquentenário do Centro de Atividades do SESI Bauru, atendendo a proposta de interiorizar as iniciativas da área técnica da F.P.Judô,pelo quarto ano consecutivo estamos sediando a segunda fase do congresso técnico da entidade. Esta iniciativa gera também a aproximação e o convívio cada vez mais harmonioso de nossa entidade com a federação paulista e com a confederação brasileira. A nossa proposta é que, além de uma atividade esportiva brilhante, façamos do judô uma ferramenta de inclusão por meio da educação. Estamos focados em fazer um judô escolar e iniciamos este caminho com primazia em três unidades: Bauru, São Paulo Zona Leste A.E. Carvalho e Cruzeiro. Por meio desse piloto nós temos a expectativa muito grande de conseguir transformar isso em realidade nas 152 escolas do SESI no Estado de São Paulo”, disse o diretor, que espera ver esta iniciativa estendida a todo o País.

“No primeiro momento estamos projetando realizar este trabalho em nosso Estado, mas esperamos que, dando certo em São Paulo, isso se propague para todo o País e assim possamos ser referência para as escolas dos municípios em que o oferecemos o sistema SESI de ensino. Vejo no judô uma amplitude social enorme. Entendo que conseguimos interiorizar e descentralizar as ações, fazendo uma versão caipira do congresso técnico paulista, promovendo aproximação maior dos professores, técnicos, alunos e praticantes. Todos nós do SESI esperamos com certa ansiedade o dia de nos reunirmos para receber novos conhecimentos, atualizações e, acima de tudo, termos um momento de confraternização com a família do judô regional”, concluiu Clóvis Pereira.

Por: Paulo Pinto   Fotos: Francisco Emolo – 3ª Delegacia Regional Centro Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo