Brasileiro regional em Brusque evidencia o alto nível técnico do judô da Região 5

Com o apoio da Prefeitura e da Fundação Municipal de Esportes de Brusque, a Federação Catarinense de Judô (FCJ) realizou o Campeonato Brasileiro da Região 5, evento que abriu o calendário esportivo da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para os Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

A competição envolveu disputas nas classes sub 13, sub 15, sub 18, sub 21 e sênior e realizou-se de 12 a 14 de abril na Arena Multiuso de Brusque, reunindo 763 atletas, 62 técnicos e 36 árbitros.

A cerimônia de abertura contou com a participação das seguintes autoridades políticas e esportivas: Moisés Gonzaga Penso, presidente da FCJ; Ademir Schultz, vice-presidente da FCJ; Eduardo Gohr, superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME); Gérson Morelli, o Kéka, vereador de Brusque (PSB); Sidnei Dematé, diretor de Turismo de Brusque; Fabrício Zen, presidente do CDL de Brusque; Edison Minakawa, coordenador nacional de arbitragem da CBJ; Icracir Rosa, presidente da comissão nacionalde graus da CBJ; Luiz Hisashi Iwashita, presidente da Federação Paranaense de Judô (FPrJ); César de Castro Cação, presidente da Federação Gaúcha de Judô (FGJ); e Francisco de Carvalho Filho, presidente de Honra da Federação Paulista de Judô (FPJudô).

Em seu pronunciamento Eduardo Gohr destacou a importância de Brusque estar sediando um evento do calendário esportivo da Confederação Brasileira de Judô.

“É uma honra para o município de Brusque sediar um evento esportivo deste porte, assim como receber mais de 1.500 atletas, técnicos, dirigentes e familiares dos judocas em nossa cidade. Em nome do prefeito Jonas Oscar Paegle e do vice-prefeito José Ari Vequi dou boas-vindas a todos e desejamos que a competição seja coroada de êxitos e que todos tenham uma excelente e proveitosa estadia em Brusque”, disse o superintendente da Fundação Municipal de Esportes.

Agradecendo a presença de todos os judocas que foram a Brusque, Moisés Gonzaga Penso destacou o apoio recebido da prefeitura de Brusque e o comprometimento da equipe técnica da FCJ.

“Santa Catarina agradece a presença dos atletas, professores e técnicos que vieram à cidade a passeio ou para participar da competição. Trabalhamos arduamente para que este torneio ocorresse de forma satisfatória e fazemos um agradecimento especial à Prefeitura de Brusque que, por meio do prefeito Jonas Oscar Paegle e de Eduardo Gohr, superintendente da Fundação Municipal de Esportes, viabilizou a realização deste grande evento nesta cidade. Agradeço também a Sidnei Dematé, diretor de Turismo de Brusque, e a Fabrício Zen, presidente do CDL de Brusque, que nos apoiaram incondicionalmente. Encerro enaltecendo o empenho de toda a equipe da FCJ que trabalhou incansavelmente para oferecermos aos demais Estados que compõem a Região 5uma competição de alta qualidade”, disse o presidente da Federação Catarinense de Judô.

Após a execução do Hino Nacional os 36 árbitros que atuaram na competição foram convidados a perfilar-se diante das autoridades e o árbitro goiano FIJ A Leonardo Ângelo Stacciarini de Resende proferiu o rei inicial; na sequência os combates foram iniciados.

São Paulo é campeão masculino e feminino

Grandes nomes do judô verde e amarelo das classes sênior e sub 21 passaram pelas quatro áreas montadas na Arena Multiuso de Brusque, mas a tônica da competição realizada no Vale do Itajaí foi a nova geração de judocas que despontam nos tatamis de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Disputando 106 finais, a seleção de São Paulo totalizou 164 medalhas, sendo 58 de ouro, 48 de prata e 58 de bronze, que lhe garantiram a primeira colocação geral no certame.

Das 58 medalhas de ouro dos paulistas, 31 foram conquistadas pelos rapazes, enquanto 27 foram asseguradas pelas judocas. Mas curiosamente as meninas paulistas marcaram maior presença no pódio,com 83 medalhas, contra as 81 do time masculino.

Mantendo a tradição da Região 5, a seleção do Rio Grande do Sul ficou em segundo lugar na classificação geral, conquistando 63 medalhas, sendo 13 de ouro, 17 de prata e 33 de bronze.

Das 13 medalhas de ouro conquistadas pelo time gaúcho, seis vieram por meio da equipe masculina, enquanto sete foram conquistadas pela equipe feminina. No total de medalhas, o time masculino do Rio Grande do Sul ficou na frente,com 32, contra as 31 das judocas.

A seleção do Paraná totalizou 60 medalhas, sendo oito de ouro, 11 de prata e 41 de bronze, que lhe asseguraram a terceira colocação geral do certame.

As judocas paranaenses obtiveram seis medalhas de ouro contra as duas conquistadas pelo time masculino. No geral as paranaenses também ficaram na frente, totalizando 33 medalhas, enquanto os homens obtiveram 27.

Em quarto lugar na classificação geral, Santa Catarina totalizou 37 medalhas, sendo três de ouro, seis de prata e 28 de bronze. O time masculino catarinense obteve um desempenho superior, conquistando 24 medalhas contra 13 da equipe feminina.

Por: Paulo Pinto

Fotos: BudôPress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo