Cúpula do atletismo e do judô prestigia posse dos 14 novos dirigentes do CREF4/SP

Nelson Leme, presidente do CREF4/SP e Joel de Oliveira, presidente da FPA © Global Sports

Joel Oliveira da FPA, Alessandro Puglia e Arnaldo Queiroz, da FPJudô, comemoram a parceria entre as três entidades e consideram excelente o momento do CREF4/SP

Por Paulo Pinto e Helena Sbrissia / Global Sports
1º de fevereiro de 2022 / Curitiba (PR)

Neste sábado (29), a solenidade de posse dos 14 novos dirigentes do Conselho Regional de Educação Física do Estado de São Paulo (CREF4/SP) reuniu autoridades políticas e esportivas no hotel Holiday Inn Anhembi. Entre elas estavam Joel Lucas Vieira de Oliveira, presidente da Federação Paulista de Atletismo; Alessandro Panitz Puglia, presidente da Federação Paulista de Judô; e Arnaldo Luiz de Queiroz Pereira, secretário-geral da FPJudô, que foram ao evento para estreitar ainda mais a parceria com o conselho.

A parceria entre a Federação Paulista de Judô (FPJudô), a Federação Paulista de Atletismo (FPA) e o CREF4/SP não surgiu agora. As três entidades mantêm uma linha de atuação e gestões que buscam objetivos em comum. Esse alinhamento facilita o trabalho conjunto dos presidentes Alessandro Puglia, Joel Oliveira e Nelson Leme para profissionalizar cada vez mais as modalidades esportivas e os Profissionais de Educação Física em benefício de todos.

Alessandro Panitz Puglia, presidente FPJudô, manifestou seu desejo de sucesso para Nelson Leme, presidente do CREF4/SP, e toda a diretoria, que lutam para colocar nova marca na entidade. Ele reiterou que todo o apoio necessário e possível para o sucesso do conselho será ofertado de prontidão para garantir o crescimento do CREF4/SP.

Joel de Oliveira, Arnaldo Queiroz e Alessandro Puglia © Global Sports

“Tenho convicção de que a parceria com a FPJudô é um marco para ambas as entidades”, prosseguiu Puglia. “Estamos possibilitando essa aproximação com o CREF4 em busca de capacitação, algo parecido com o que o Comitê Olímpico Brasileiro vem fazendo com as federações. Nós queremos chegar nesse nível de qualificação, como já começamos a fazer em São Paulo, e o Nelson Leme e sua diretoria reconhecerem a nossa graduação é um ponto de extrema importância.”

Joel Lucas Vieira de Oliveira, presidente da FPA, concorda com os demais pontos de vista, afirmando que a atuação do CREF4 fortalece a Educação Física como um todo. “Recentemente, firmamos parcerias com o CREF4 para ações de capacitação em atletismo e relacionamento político, com o objetivo de buscar uma legislação que defenda os interesses do esporte. Acreditamos que em 2022 possamos ter muitos bons trabalhos para benefício do esporte e da sociedade a partir dessa parceria.”

Segundo Joel, a pandemia do coronavírus evidenciou a importância de uma rotina de atividades físicas, bem como a falta que a prática esportiva faz na vida de todos. “Por isso, o convite do presidente Nelson Leme para a FPA nos alegrou muito, pois o atletismo participa intensamente desse processo de fortalecimento da Educação Física. Temos centenas de treinadores registrados, e a maioria de nossos atletas busca a Educação Física no ensino superior para se aperfeiçoar profissionalmente.”

Fabio Saba, Arnaldo Queiroz, Anderson Dias, Alessandro Puglia, Nelson Leme, Reinaldo Naia e Cleber do Carmo Anderson Dias © Global Sports

O dirigente destacou ainda as parcerias recorrentes entre a FPA e a FPJudô, como o compartilhamento do Centro de Excelência Esportiva de São Bernardo do Campo. “Trabalhamos juntos nos estudos técnicos que subsidiaram os encaminhamentos desse projeto à Secretaria de Esportes do Estado. Nossas entidades reúnem uma história de tradição esportiva, capilaridade estadual e total atendimento dos anseios de nossos filiados desde a iniciação ao alto rendimento.”

Para Joel, a FPA, a FPJudô e o CREF4/SP, em termos de gestão, compartilham uma visão de eficiência na aplicação de recursos e transparência no relacionamento com os filiados. As três entidades acreditam na capacitação constante e ampla de todos aqueles que atuam no esporte.

Segundo o secretário-geral da FPJudô, Arnaldo Queiroz, o crescimento da base das modalidades olímpicas no Brasil é de grande importância. “E para que a gente fuja do elitismo – que às vezes pode privilegiar alguns núcleos –, a melhor forma de massificar o esporte é partir da escola, por meio de projetos sociais. É assim que as entidades dão oportunidade para os jovens, algo que ocorre em vários países. E as duas modalidades, o judô e o atletismo, têm essa característica.”

Joel de Oliveira, Arnaldo Queiroz e Alessandro Puglia © Global Sports

Queiroz comentou o simbolismo da união entre as federações paulistas de judô e atletismo e o conselho de Educação Física. “Ambas são modalidades populares e envolvem muita gente, várias categorias e frequentes competições, entre elas os Jogos Olímpicos. Essa cooperação com uma entidade como o CREF4/SP é muito importante. Nelson Leme entendeu a necessidade de juntar as marcas num projeto comum de melhoria da qualidade de treinamento e de ensino.”

Para o secretário-geral da FPJudô, a troca de experiências que os encontros de dirigentes, como o do último fim de semana, proporcionam é de suma importância para manter a sinergia decorrente da coexistência das entidades de gestão esportiva. “Foi um evento com muitas pessoas importantes do judô que já estão no CREF4/SP e fiquei muito lisonjeado com o convite. Destaco o trabalho dos membros da FPJudô que foram nomeados para a Comissão de Lutas: os professores Alexsander José Guedes, Anderson Dias de Lima e Reinaldo Naia Cavazani, que são delegados do CREF4, o delegado regional da FPJudô e do CREF4 Cléber do Carmo, e os professores, Fernando Ikeda Tagusari, Jaime Roberto Bragança e Luís Alberto dos Santos, que mostram a capilaridade do judô no Estado.”

“Eu acredito muito nesse projeto”, prosseguiu Queiroz. “Tanto os programas sociais quanto os escolares precisam de professores e senseis bem formados, não só na questão da técnica do judô, mas também no conhecimento e conceitos da Educação Física. O esporte transforma, e essa transformação vem através do Profissional de Educação Física.”

Luis Carlos de Oliveira, diretor financeiro da CELAFISCS; Joel de Oliveira, presidente da FPA; Alessandro Puglia, presidente da FPJudô; Arnaldo Queiroz, secretário-geral da FPJudô; Paulo de Aguiar Prouvot, presidente do Panathlon Club de São Paulo; e Fabio Saba, CEO da Saba Wellness © Global Sports

No encontro, Nelson Leme explicou por que os dirigentes de ambas as federações esportivas foram convidados para a cerimônia de posse da nova diretoria.

“Convidamos o atletismo e o judô para participarem de nossa cerimônia em função de toda a tradição que une a gestão do CREF4 às duas modalidades. Recentemente criamos a Comissão de Lutas para entendermos o que podemos fazer para contribuir efetivamente na formação do professor de judô e demais modalidades de luta, para que seja um profissional de Educação Física e possa atuar melhor nas escolas e nos dojôs do nosso País”, disse.

“A mesma colaboração existe no atletismo. Firmamos recentemente uma parceria que proporcionará maior conhecimento aos professores que ensinam as diversas modalidades de atletismo em escolas públicas e privadas, além de clubes e centros de treinamento, para que eles sejam cada vez mais bem-sucedidos no mercado de trabalho”, expôs o presidente do CREF4.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo