Exame de Graduação bate recorde de candidatos e adere campanha “Outubro Rosa”

Exame de Graduação bate recorde de candidatos e adere campanha “Outubro Rosa”

Os candidatos e familiares que participaram do exame de graduação de judô neste sábado (31/10) na cidade de Mauá tiveram uma surpresa inusitada. O Ginásio Municipal de Esportes “Celso Daniel” estava com uma decoração em tons na cor rosa. E toda equipe organizadora, vestindo uma camiseta no mesmo tom. 

Não, não era brincadeira. Aproveitando o último dia do mês de outubro, a comissão organizadora do exame aderiu à campanha nacional de prevenção e luta contra o câncer de mama, intitulada “Outubro Rosa”.

“Acompanhei a campanha pela mídia e fui pesquisar a respeito do ‘Outubro Rosa’ e descobri que essa campanha existe desde 1960, Começou nos Estados Unidos e é reconhecida mundialmente. E nas entidades esportivas, são poucas que vestiram a camisa. Então, coincidindo o dia do exame de graduação com o último dia do mês de outubro, a Federação Paulista de Judô quis fazer uma campanha bem expressiva sobre o ‘Outubro Rosa’. Uma entidade esportiva ajudando a conscientizar sobre importância da prevenção do câncer de mama. Essa será a primeira de muitas outras campanhas que pretendemos realizar”, explicou o Presidente da F.P.Judô Alessandro Puglia.

E nesse clima de engajamento à nobre causa o exame de graduação foi realizado, com um recorde de candidatos, mais de trezentos, que foram avaliados nas quatorze bancas examinadoras, durante todo o dia.

“Foi um grande desafio para nós da Federação Paulista de Judô realizar esse evento, que esse ano reuniu 307 candidatos, destes temos a inclusão de três candidatos portadores de necessidades especiais, Está sendo o maior evento de graduação já realizado pela F.P.Judô,  Acredito que o fato de termos oportunizado o interior do Estado, levado cursos de ‘História e Filosofia’, ‘Fundamentos Técnicos’ e ‘Kata’ de forma itinerante. Então, todas as 16 Delegacias Regionais receberam a visita de um professor graduado, capacitado e habilitado para poder ministrar os cursos, melhorando a logística do candidato para que não precise se deslocar para fora de sua região minimizando despesas de viagens e hospedagens. Conseguimos também multiplicar o número de avaliadores  Então, o sucesso desse exame de graduação pode ser atribuído também a essa oferta dos cursos preparatórios para todas as Delegacias Regionais. “, comentou o Coordenador Técnico da F.P.Judô Joji Kimura. “E trabalhar com a inclusão dos atletas portadores de necessidades especiais tem sido muito gratificante, uma situação de extrema felicidade, porque quebramos paradigmas, pois o judoca portador de necessidades especiais participa de um exame de graduação da mesma forma que os demais candidatos, valorizando essa conquista por esses judocas. Na parte de infra estrutura, nós preparamos quatorze áreas para as bancas examinadoras, sendo dez para shodan, uma para nidan, uma para sandan, uma yondan e uma para godan. E para atender essa demanda, durante o ano realizamos três grandes cursos de capacitação de avaliadores e o professor Dante Kanayama nos ajudou muito nesses encontros. Então hoje nesse exame contamos com sessenta e quatro avaliadores “, finaliza Kimura.

Os candidatos passaram por uma maratona para cumprir todas as exigências para estarem aptos a prestarem os exames, desde a participação nos cursos obrigatórios e também nos trabalhos de oficiais de mesa e árbitros nos campeonatos oficiais e torneios amistosos realizados sob a chancela da F.P.Judô.

“É impressionante o número de candidatos a esse exame e também a habilidade que eles estão demonstrando aqui, algo de orgulho para nosso Estado”, elogiou o professor Edson Minakawa, que trabalhou na mesa de controle com demais membros, analisando os resultados obtidos pelos candidatos.

“A gente não consegue ver todos (os exames), mas os que eu vi, gostei muito. Estão no caminho certo. E é preciso lembrar o pessoal que não basta estudar para fazer o exame, Tem que estar sempre estudando para não perder o domínio das técnicas e conseguir passar essas técnicas de forma correta para todos”, comentou o professor Sadao Fleming Mulero, que acompanhou durante todo o dia as avaliações e que também foi o palestrante do curso “Filosofia, História e Ética do Judô” neste dia para os candidatos que não haviam realizado o curso em sua região.

“Minha expectativa para esse exame é boa. Fiz os cursos e vim treinando desde o começo do ano estou esperando esse momento. Vai dar tudo certo e se Deus quiser vou sair com a faixa preta daqui “, disse o candidato Igor Morishigue, Vice-campeão Mundial Sub 18 2015, atleta do SESI – SP, momentos antes de realizar o seu exame. Mesmo com suas obrigações nos treinamentos de alto rendimento e viagens com a seleção de base da CBJ, Morishigue administrou seu tempo para poder realizar os cursos e treinar kata e go kyo para momentos depois, ser aprovado em seu exame.

O encerramento do exame foi feito com o cerimonial de entrega das novas faixas aos candidatos aprovados e, após a entrega, todos realizaram a troca da faixa simultaneamente, o momento máximo para os candidatos.

Os exames de graduação para faixas pretas de judô é de responsabilidade da Confederação Brasileira de Judô, que habilita a Federação Paulista de Judô a realizar os exames em seu estado. 

Clique aqui e confira o primeiro álbum de fotos do exame de graduação 2015

Clique aqui e confira o segundo álbum de fotos do exame de graduação 2015

Clique aqui e confira as fotos dos aprovados no exame de graduação 2015

Assessoria de Imprensa da F.P.Judô

Fotos: Everton Monteiro

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo