F.P.Judô aprova 61 árbitros nacionais em exame realizado durante o Campeonato Paulista por Faixas.

A Federação Paulista de Judô (F.P.Judô) realizou neste sábado (31 de agosto) o Campeonato Paulista por Faixas 2019, competição que teve apoio da prefeitura e da Secretaria de Esporte e Lazer de Itapecerica da Serra.

Em paralelo à competição houve o Exame Nacional de Arbitragem, realizado pela Federação Paulista de Judô sob a supervisão da Confederação Brasileira de Judô (CBJ). A coordenação de arbitragem da FPJudô avaliou 61 candidatos, sendo 20 a árbitro nacional A, 19 à categoria B e 22 à categoria C.

O exame foi supervisionado por Edison Minakawa, gestor nacional de arbitragem da CBJ; Takeshi Yokoti, coordenador estadual de arbitragem da F.P.Judô; e Marilaine Ferranti, coordenadora-adjunta de arbitragem da FPJudô.

Ao todo, 19 árbitros paulistas atuaram como avaliadores, coordenadores de área e avaliadores de idiomas e no apoio a exames teóricos e sokuteiki e no suporte de TI.

Desejando boa sorte aos candidatos inscritos, na cerimônia de abertura da competição o professor kodansha Edison Minakawa, falou sobre o número expressivo de candidatos inscritos no exame realizado em Itapecerica da Serra.

“É com muita honra que, como coordenador nacional da arbitragem da CBJ, comandarei hoje o exame para 61 árbitros paulistas. Esta é uma concessão que São Paulo faz por merecer e que demonstra a pujança do judô do nosso Estado. Desejo boa sorte a todos os candidatos e anseio que ao final do exame todos tenham sido aprovados”, disse Minakawa sensei.

Na avaliação de Francisco de Carvalho Filho, o número de árbitros inscritos e examinados reflete a realidade do judô do Estado de São Paulo.

“Em pesquisa feita recentemente pela coordenação de arbitragem de São Paulo, em parceria com a revista Budô, que ainda será divulgada, apuramos que a operação da arbitragem paulista desta temporada nas 16 delegacias regionais envolveu pouco mais de mil árbitros. O número de árbitros inscritos nos exames realizados aqui corresponde a apenas 6% dos árbitros que atuam nesta temporada, conforme a pesquisa realizada pelos professores Takeshi Yokoti e Marilaine Ferranti. Contudo, avalio que o número de inscritos foi satisfatório e atenderá plenamente à demanda desse importante setor de nossa modalidade”, disse o presidente de honra da F.P.Judô.

Dirigentes comemoram 100% de aprovação

Takeshi Yokoti avaliou positivamente o nível apresentado pelos candidatos inscritos e aprovados no exame.

“Realizamos o exame para 61 candidatos a árbitros nacional A, B e C, um número bastante expressivo se comparado aos exames feitos nos demais Estados. De forma geral o nível foi bastante satisfatório”, disse Yokoti, que concluiu dando mais detalhes da prova realizada.

“Seguindo o padrão estabelecido pela CBJ, tivemos uma dinâmica de línguas envolvendo espanhol e inglês, e todos saírem-se muito bem. Identificamos os árbitros com maior fluência nesses idiomas por meio de provas escrita e prática. Ficamos satisfeitos com os índices apresentados, pois sabemos da importância estratégica de São Paulo em todos os segmentos da modalidade, principalmente na arbitragem. O número de inscritos foi altamente satisfatório, mas o desempenho dos árbitros aprovados nos encheu de orgulho”, disse o dirigente paulista.

Marilaine Ferranti, coordenadora-adjunta de arbitragem da F.P.Judô, lembrou que realizar o exame nacional em São Paulo contribuiu significativamente para o sucesso da prova.

“Ficamos muito satisfeitos com o número de candidatos que prestaram exame em Itapecerica da Serra. Quase todas as delegacias estão realizando um excelente trabalho com os árbitros em suas regiões. Aproveitamos a oportunidade oferecida pela CBJ de realizar o exame aqui mesmo em São Paulo sob a supervisão do professor Edison Minakawa, e tudo acabou dando certo. Realizar o exame em casa facilitou muito o acesso dos professores que moram nas regiões mais distantes e o resultado final foi altamente expressivo”, disse Ferranti.

“Tanto no quantitativo quanto no qualitativo São Paulo é a grande referência no judô brasileiro, e na arbitragem não seria diferente. O presidente Puglia e o professor Takeshi Yokoti têm se esforçado muito para que o exame nacional de arbitragem se realize todos os anos em São Paulo”, pontuou a coordenadora–adjunta, que concluiu revelando uma grata surpresa.

“Contudo, a grande surpresa desse exame é que 20% dos candidatos eram mulheres, o que me deixou ainda mais feliz e orgulhosa. Quero parabenizar todos candidatos aprovados e agradecer à equipe envolvida neste processo. O apoio recebido de todos os membros da equipe técnica da F.P.Judô foi determinante no sucesso do exame realizado em Itapecerica da Serra”, finalizou a coordenadora-adjunta de arbitragem.

Candidatos Nacional A

Alex Kendy Yamasihita, André Luiz de Lima, Cláudia Sclaffani, Ennio Varela de Souza, Gabriel Naotaka Fujigaki Kinoshita, Guilherme Daud Ronchi, Ícaro Augusto Villa Menezes, Ivanildo Gonçalves, Larissa Correa Miquinioty, Lilian Dias dos Santos, Luciana Sayaka Takayama, Marinaldo Andrade de Sousa, Maurício Gomes da Silva, Paulo Marcos Figueiredo Fontana, Roberto Augusto de Macedo, Rodrigo César Souza Capelucci, Rúbia Renata Fabre, Sandro Marcelo dos Santos, Tiago Cance de Macedo e Vera Lúcia Menon Gonçalves.

Candidatos Nacional B

Aldemar Veloso de Almeida Júnior, Alexandro de Freitas, Allan de Souza Silva, Ângela Cerqueira Sousa, Carlos José da Silva, Douglas Moreira Camargo, Eder Felício dos Reis, Emerson Aparecido Dias, Klinsman Dias da Silva, Maria Cristina Amorim Antunes, Maurício Ferreira Marcondes Machado, Paulo Roberto Alves Ferreira, Roberto Carlos Pereira, Rodrigo Luís Quinhoneiro, Rogival Lopes de Mattos Filho, Sérgio Vicentin Modanez, Vlastimir Rossiti, Wilson Shinoda e Winther Ramos da Costa.

Candidatos Nacional C

Adamo da Silva Passos, Alexandre dos Santos Souza, Carlos Alexandre Dionísio, Edson Donizete Bertolli, Érica de Almeida Senhoretti, Fábio Maciel Belizário, Fábio Takashi Kitadai, Flaviane Caroline Marques Sanches, Gabriela Fernandes da Costa, Janaína Silva Diniz, João Marques Pereira, Lucila Carneiro Bernardes de Abreu Luz, Luiz Cavamura Júnior, Marcelo Gustavo de Almeida, Mauro André Lacerda Neves, Michael Reyne Mendes, Nádia Hissako Hori, Pedro Masao Hiratsuka, Peterson de Godoi Rego, Rafael Nunes de Souza, Victor Correa de Paula e Washington Luiz Grigolon.

Árbitros avaliadores

João David de Andrade, Edna Pioker de Lima, Belmiro Boaventura, Takeshi Nitsuma, Leandro Alves Pereira, Eduardo Kitadai.

Coordenadores de área

Elton Rogério Carvalho, Andaluza Marim, Leandro Said, Carlos Francisco Alves, Leonardo Arashiro, Tomio Takayama.

Avaliadores em idiomas

Leandro Tomé e Joji Kimura.

Apoio a exames teórico e sokuteiki

Marcos Fernandes, Rodolfo Mathias, Wagner Uchida e João Manoel da Costa Rocha

Suporte de TI

Renato Camacho

Por: Paulo Pinto
Fotos Budôpress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo