São Paulo assegura oito vagas na seleção masculina do próximo ciclo olímpico

Jeferson Santos Júnior – Projeto Olhar Futuro (73kg) © Lara Monsores / CBJ

Seleção brasileira de judô será formada por 16 atletas que rodarão o circuito internacional até o Campeonato Mundial, em agosto de 2022

Por FPJCom / Fonte Lara Monsores / CBJ
20 de dezembro de 2021 / São Paulo (SP)

Nesta sexta-feira (17) a gestão de alto rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) realizou a seletiva nacional – Projeto Paris 2024 –, disputada por 104 atletas de 42 clubes nos tatamis montados no Hotel Colonial Plaza em Pindamonhangaba (SP).

O torneio definiu os judocas que representarão o Brasil nas competições internacionais de 2022 até a realização do Campeonato Mundial Sênior dessa temporada, em agosto. Dois atletas por categoria foram escolhidos na seletiva.

No meio-leve (66kg), o campeão mundial júnior Willian Lima, do Esporte Clube Pinheiros (SP), que já vinha atuando no circuito sênior pela equipe de transição, assegurou sua vaga no time principal sendo campeão. Lima contou com a ajuda do companheiro de clube Eric Takabatake, que venceu a última rodada da poule por ippon, o que daria vaga aos dois pelos critérios de desempate. Eric tem 30 anos e representou o Brasil em Tóquio, mas no peso ligeiro (60kg).

Vinícius Panini – Esporte Clube Pinheiros (81kg) © Lara Monsores / CBJ

No peso leve (73KG), Jeferson Santos Júnior, de 22 anos, do Projeto da ADPM Olhar Futuro, de São José dos Campos (SP), ficou com a segunda vaga na seletiva.

No peso meio-médio, São Paulo assegurou a vaga com Vinícius Panini, excelente judoca do Esporte Clube Pinheiros, com 31 anos, que volta de lesão e conquistou a segunda colocação na seletiva nacional.

No meio-pesado, Rafael Buzacarini, que agora defende o Esporte Clube Pinheiros, dominou a seletiva e assegurou seu lugar na equipe principal de 2022. O judoca disputou as Olimpíadas de Tóquio 2020 e do Rio 2016 e agora está na briga para chegar à terceira participação olímpica.

João Marcos Cesarino – Associação Yamazaki de Judô (+100kg) © Lara Monsores / CBJ

No peso pesado, João Marcos Cesarino, de 25 anos, da Associação Yamazaki de Judô, de São José dos Campos (SP), que já integrou a seleção sub 21, garantiu uma das vagas. A categoria contará ainda com o medalhista olímpico Rafael Silva, o Baby, que não precisou disputar a seletiva.

Alessandro Panitiz Puglia comemorou o fato de São Paulo ter saído dessa seletiva com o pé direito e enfatizou que o foco da atual diretoria é aprimorar a gestão administrativa e técnica da FPJudô.

“Felizmente São Paulo conseguiu classificar um número satisfatório de atletas integrantes de equipes da capital e de São José dos Campos, um tradicional polo do judô paulista. Tivemos também judocas de São José conquistando vaga por outros Estados, e isso nos enche de orgulho”, disse.

Dobradinha paulista no 66kg com Eric Takabatake e Willian Lima, ambos do Esporte Clube Pinheiros © Lara Monsores / CBJ

“No geral foi uma seletiva de retorno e de importância internacional, alcançando um resultado muito importante para São Paulo e para o Brasil. Acredito que a partir do próximo ano avançaremos muito devido ao nível de treinamento que estamos adotando no Centro de Excelência de São Bernardo do Campo em parceria com as principais equipes e clubes do nosso Estado. Notamos muito claramente que todo o stakeholders do judô paulista está bastante motivado e focando a união para o desenvolvimento técnico do judô. Parabenizo todos os atletas e clubes que se classificaram para representar nosso País. Estamos torcendo por todos vocês”, acrescentou o dirigente.

Marco Aurélio Uchida, coordenador técnico da FPJudô comemorou o resultado da equipe masculina e reafirmou as projeções feitas por Puglia no tocante à expansão da base técnica do judô bandeirante a partir de 2022.

“Acompanhei parte das seletivas feminina e masculina e, pelo que pude notar, os atletas estão muito nivelados. Percebo, contudo, que no curto prazo há pequenos detalhes que podemos melhorar para elevar o nível técnico dos nossos atletas e, consequentemente, ocuparmos maior espaço na seleção. Sabemos que existem vários atletas que não são do Estado, mas estão federados aqui, e nós temos de fazer este trabalho. O masculino conquistou algo em torno de 50% das vagas e o feminino mostrou um desempenho um pouco inferior, mas estamos certos de que a partir de 2022 as coisas mudarão e voltaremos a exercer o nosso protagonismo.”

Rafael Buzacarini – Esporte Clube Pinheiros (100kg) © Lara Monsores / CBJ

Elton Fiebig, gestor da comissão técnica do Centro de Excelência Esportiva de São Bernardo, deu boas-vindas à nova comissão técnica da seleção brasileira e avaliou o desempenho dos judocas paulistas positivamente.

“Finalizada a seletiva para o ciclo Paris 2024 quero desejar boa sorte ao novo comando técnico da seleção brasileira, aos professores Antônio Carlos Pereira, o Kiko, Andrea Berti, Yuko Nakano Fujii e Sarah Menezes.”

“Analisando os resultados das categorias masculina e feminina avalio que São Paulo não foi tão mal quanto muitos profetizaram um mês atrás, dizendo até que o judô paulista já não era o mesmo. Fazendo uma leitura mais ampla, constatamos que no feminino classificamos quatro judocas de São Paulo ou que defendem clubes do Estado, o equivalente a 22% das atletas selecionadas. No masculino, dos 16 judocas classificados, dez são originários ou formados no Estado, representando 63%, o que nos permite constatar a pujança de São Paulo nos tatamis no pós-pandemia”, concluiu Fiebig.

Seleção Masculina 2022

LIGEIRO 60kg  

Allan Kuwabara (ECPinheiros/FPJudô/SP)
Ryan Conceição (Ass. Nagai de Judô/FJERJ/RJ)

MEIO-LEVE 66kg  

Daniel Cargnin (Sogipa/FGJ/RS)
Willian Lima (ECPinheiros/FPJudô/SP)
Eric Takabatake (ECPinheiros/FPJudô/SP)

LEVE 73kg   

Júlio Koda Filho (Minas Tênis Clube/FMJ/MG)
Jeferson Santos Jr. (Projeto Olhar Futuro/FPJudô/SP)

MEIO-MÉDIO 81kg  

Guilherme Schimidt (Minas Tênis Clube/FMJ/MG)
Vinícius Panini (ECPinheiros/FPJudô/SP)

MÉDIO 90kg   

Rafael Macedo (Sogipa/FGJ/RS)
Marcelo Gomes (Sogipa/FGJ/RS)

MEIO-PESADO 100kg   

Rafael Buzacarini (ECPinheiros/FPJudô/SP)
William Souza Jr (Academia Espaço Marques Guiness/FEMEJU/DF)

PESADO +100kg  

Rafael Silva (ECPinheiros/FPJudô/SP)
Juscelino Nascimento Jr. (Minas Tênis Clube/FMJ/MG)
João Marcos Cesarino (Ass. Yamazaki de Judô/FPJudô/SP)

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo