Seleção paulista juvenil inicia estágio técnico no Japão

Nesta quarta-feira (2), a equipe composta por 18 atletas e sete membros da comissão técnica viaja para o primeiro destino do estágio técnico no Japão: Katsuura, província de Chiba. Essa parceria inédita entre a Ajinomoto do Brasil e a FPJudô tem o intuito de proporcionar estágio e intercâmbio técnico de alta qualidade aos judocas que ocupam o topo do ranking paulista da classe juvenil (sub 18) nas categorias masculina e feminina.

Com duração de 20 dias, o roteiro contempla as cidades de Tóquio e Katsuura. A delegação embarcou em São Paulo (SP) nesta noite e chega ao Japão namadrugada do dia seguinte. De 4 a 16 de outubro, a equipe ficará em Katsuura, hospedada na tradicional e conceituada International Budo University, que ministra cursos especializados em artes marciais. Nessa universidade, serão realizados treinos diários de dois períodos com 120 judocas faixas-pretas.

Após o dia 16, os atletas e a comissão técnica retornarão à capital japonesas e se hospedarão no Instituto Kodokan, primeira escola de judô, fundada em 1882 pelo shihan Jigoro Kano. Durante seis dias, os atletas vão treinar na Shotoku Gakuen Junior & Senior High School com judocas dos 15 a 18 anos. A equipe chegará de volta ao Brasil no dia 22.

Alessandro Puglia, presidente da FPJudô, explica que a parceria visa a proporcionar aos jovens da classe sub 18 uma imersão na cultura japonesa, de forma a influenciar positivamente sua formação.

“A proposta da parceria que estabelecemos com a Ajinomoto do Brasil é levar jovens que ainda estão dando os primeiros passos rumo ao alto rendimento e que, a partir de toda a vivência que terão no Japão, possam dar continuidade ao seu desenvolvimento técnico e cresçam ainda mais”, disse o dirigente.

Para o presidente de honra da FPJudô, Francisco de Carvalho Filho, levar os atletas paulistas ao berço do judô mundial faz com que se sintam motivados e valorizados.

“No passado, a federação paulista viveu uma experiência similar ao levar um grupo de jovens judocas à França, acompanhados pelo professor João Gonçalves. Esses atletas selecionados eram em sua maioria do Centro de Excelência (Projeto Futuro) e acabaram tornando-se atletas de ponta e parte da seleção brasileira. Todos os praticantes querem ir ao Japão para conhecer o judô técnico e original. Acho que vai ser de grande valia para o currículo de todos, técnicos e professores. Lembro que este projeto só é possível graças à parceria com a Ajinomoto do Brasil, à qual a FPJudô proporcionará sem dúvida a devida contrapartida”, afirmou o presidente de honra.

Destacando valores e princípios que fundamentam o budô, Seiji Takagi, diretor de operações da divisão de aminoscience da Ajinomoto do Brasil, ressalta a importância de os jovens judocas aprenderem o judô e a cultura do Japão, e de terem a oportunidade disseminá-los a pessoas próximas.

“Eminentemente o judô é budô, e ambos são muito importantes no processo de educar e formar bons cidadãos devido à riqueza ética e filosófica que possuem. Além de esporte olímpico, o judô é um caminho que tomamos para fortalecer o físico, a mente e o espírito de forma integrada. Os jovens que vão ao Japão têm um grande futuro pela frente, e na volta terão a importante missão de repassar o conhecimento adquirido nesta viagem aos amigos e colegas de treinamento”, afirma Takagi.

Veja abaixo a ficha técnica dos atletas que embarcaram para Tóquio, lembrando que todos os judocas que foram ao Japão são primeiros colocados no ranking paulista.

Equipe Feminina

Alline Cristina Silva (40kg) defende a Associação Judô Kyoei de Suzano e é campeã paulista, da Copa São Paulo e do Brasileiro Regional, entre outros títulos.

Paloma Abreu Soares (44kg) defende o Clube Internacional de Regatas de Santos e é campeã paulista e do AjinomotoOpen, além de outros torneios.

Ana Beatriz da Silva (48kg) defende o São João Tênis Clube de Atibaia,é tricampeã paulista, campeã do brasileiro regional, medalha de prata na Copa São Paulo e bronze no Campeonato Brasileiro, entre outros.

Carolina Caldas Lima (52kg) defende a Associação de Judô Calasans de São José dos Campos. Tem entre seus principais títulos os de campeã do Ajinomoto Open e do Campeonato Brasileiro Região V e vice-campeã nos campeonatos paulista e brasileiro.

Sarah Vieira de Souza (57kg) defende a Associação Marcos Mercadante de Araras, é tricampeã paulista e da Copa São Paulo, campeã brasileira e do Campeonato Mundial Escolar, atual vice-campeã mundial e bronze no campeonato pan-americano, entre outros.

Júlia Roberta Henriques (57kg) defende o Judô Clube Mogi das Cruzes, é campeã do Meeting Nacional da Base, vice-campeã paulista, da Copa São Paulo e da seletiva nacional, e terceira colocada no campeonato brasileiro, além de outras conquistas.

Maria Eduarda Paiva Diniz (63kg) defende o Projeto Olhar do Futuro de São José dos Campo, é campeã paulista e brasileira, entre outros títulos.

Anna Júlia da Silva (70kg) do Judô na Faixa Team de Sorocaba, é campeã brasileira e pan-americana, tricampeã paulista e do sul brasileiro e tetracampeã da Copa São Paulo, entre outros.

Equipe Masculina

Gabriel Anselmo de Arruda (55kg) defende o Clube Paineiras do Morumby, é campeão do Brasileiro Interegional e do Ajinomoto Open,medalha de prata no Campeonato Paulista e bronze na Copa São Paulo, entre outras conquistas.

Felipe Breintenbach Lima (60kg) defende o São João Tênis Clube, é campeão paulista, brasileiro, da seletiva nacional, da Copa São Paulo e do Ajinomoto Open, além de bronze no circuito europeu da Espanha como uma das principais conquistas.

Caio Kenji Yokota Kiwada (60kg) defende a Associação de Judô Araçatuba, é tetracampeão paulista, bicampeão brasileiro, prata nas etapas do circuito europeude Bremen, na Alemanha, e de Coimbra, em Portugal, entre outros.

Matheus Roberto Pereira (66kg) defende o SESI-SP de Bauru, é campeão paulista, brasileiro, da seletiva nacional, do Meeting Nacional, da Copa São Paulo e do Ajinomoto Open. Conquistou bronze no circuito europeu na Espanha, foi campeão do circuito europeu em Bremen, vice-campeão pan-americano e bronze no mundial, entre outros.

Vinicius Ardina (66kg) defende a Sociedade Esportiva Palmeiras de São Paulo e é prata no campeonato paulista, copa São Paulo, Open Ajinomoto e Sul-brasileiro, entre outros.

Gustavo Santos Gomes (73kg) defende o Judô Praia Grande e é campeão paulista, brasileiro, pan-americano e da Copa São Paulo; tem ainda no currículo prata no brasileiro regional, bronze no circuito europeu Bremen e quinta colocação no campeonato mundial.

Gabriel Bondezan de Freitas (81kg) defende o Clube Athletico Paulistano, é campeão da Copa São Paulo e do Campeonato Brasileiro Região V, além de bronze no campeonato paulista, entre outros.

Carlos Eduardo de Macedo (90kg) defende o Judô Praia Grande, é campeão paulista, brasileiro, da Copa São Paulo, do Ajinomoto Open e do Paulista Estudantil, entre outros.

Bernardo César Cabrera (+90kg) defende a Associação de Judô Araçatuba, é campeão pan-americano, da seletiva nacional e do Meeting Nacional da Base; entre outras conquistas, foi prata no circuito europeu em Bremen e bronze no mundial escolar.

Comissão Técnica

A equipe que embarcou nesta quarta-feira para o Japão conta ainda com a presença de Alessandro Panitz Puglia, presidente; Yoshiyuki Shimotsu, chefe da delegação; Solange de Almeida Pessoa Vincki, técnica do feminino; Paulo Ferraz Alvim Muhlfarth, técnico do masculino; Cléber do Carmo, técnico; Marcos Elias Mercadante, técnico; e Isabela Lemos, assessora de imprensa.

Por: Isabela Lemos

Fotos: Budopress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo