SESI-SP vence Copa São Paulo Aspirante, que teve recorde de atletas e equipes

A Federação Paulista de Judô (FPJudô) realizou neste sábado (23), com o apoio da Prefeitura de São Bernardo do Campo, a segunda fase da Copa São Paulo de Judô voltada para a classe aspirante, em sua 12ª edição.

A competição realizou-se no Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib e reuniu 1.078 judocas das 16 delegacias regionais da FPJudô e abrangeu disputas nas classes sub 9, sub 15, sub 18 e adulto.

Os clubes que exercem protagonismo na base do judô paulistaparticiparam da competição, que oferece grande intercâmbio para atletas ainda estão iniciando nas competições:: SESI-SP, Vila Sônia, Judô Mauá, Judô Aleixo, Judô Pissarra, Namie de Judô, Olhar Futuro, Judô Bastos, JudôHinodê, Sekai Judô, Mogi Guaçu, Alto da Lapa, Gota de Leite, Praia Grande, Acert Tupã, Mogi das Cruzes, São Paulo, Bushidô Prudente, Osasco/Yanaguimori, ADC Urbam, Clube Paineiras, Morada do Sol, Tumiaru, SEME Itu, São Carlos, Judô Taboão, Campineira Judô, Judôna Faixa, SEL Itapira,Vila Carrão, Judô Messias, Grêmio Cubatão, Barueri Forte, Registrense de Judô, Clube Internacional,Matsumi Judô, Clube Espéria, Pessoa de Judô, Lins/Morimoto, Esportiva Guarujá, Corinthians, Ômega Academia, Tiago Camilo, Judô Makoto, Instituto Húngaro, Ateneu Mansor,Budokan Peruíbe, Divino Budokan e Kyoei Suzano, entre outros.

Autoridades prestigiam a competição

A cerimônia de abertura contou com a presença de autoridades políticas e esportivas, entre as quais Alessandro Panitz Puglia, presidente da FPJudô; Francisco de Carvalho Filho, presidente de honra da FPJudô; Rafael Silva, medalhista olímpico; Alex Mognon, secretário de Esportes de São Bernardo do Campo; Marcelo Oliveira, vereador de Mauá (PT); José Jantália, vice-presidente da FPJudô; Joji Shiba Kimura, coordenador técnico da FPJudô; Georgton Pacheco, presidente da Federação de Judô do Tocantins; Takeshi Yokoti, coordenador de árbitros da FPJudô; Adib Bittar, coordenador financeiro da FPJudô; delegados regionais e dezenas de professores kodanshas paulistas.

Pronunciamentos dos dirigentes e autoridades

Alessandro Panitz Puglia deu boas-vindas aos judocas, professores e familiares dos atletas que foram a São Bernardo do Campo abrilhantar a Copa São Paulo Aspirante.

“Estamos recebendo atletas das 16 delegacias regionais de São Paulo, e a Copa São Paulo Aspirante atingiu um nível que nos deixa perplexos, mas entendemos a importância de um evento que fortalece nosso comprometimento com o nosso esporte. Lembro aos pais que aqui estão que vocês estão fazendo um investimento e o resultado vai vir de várias formas. Alguns serão campeões, vão continuar treinando e fazendo um aprendizado que será para toda a vida”, disse o dirigente, que destacou uma importante iniciativa da fábrica de kimonos Shihan.

“Além da premiação que será feita por nós, todos os atletas da classe sub 9 serão contemplados com uma medalha comemorativa ao trigésimo aniversário dos Kimonos Shihan. Esta é uma iniciativa capitaneada pelo Toninho, diretor executivo de uma empresa pioneira em São Paulo e que sempre foi parceira de nossa entidade”, concluiu o dirigente.

Alex Mognon deu boas-vindas a todos e reiterou que São Bernardo é a casa do judô do Estado de São Paulo e sempre apoiará as iniciativas da FPJudô.

“Mais uma vez estamos surpresos com o que vemos aqui. A cada ano a Copa São Paulo se recicla e ocupa maior espaço em nossa arena. Parabenizo a FPJudô pela qualidade técnica da competição e número gigantesco de atletas inscritos. Agradecemos pelo fato de o judô trazer anualmente um número cada vez maior de visitantes para a nossa cidade. Em nome do prefeito Orlando Morando reafirmo que fazemos questão de tratar muito bem cada um de vocês, porque o judô e os judocas merecem este tratamento”, disse o secretário de Esportes de São Bernardo do Campo.

Dono de dois bronzes olímpicos conquistados em Londres 2012 e no Rio 2016, Rafael Silva, o Baby, falou sobre a importância dos eventos voltados para o fomento da base e cumprimentou os pais que inventem na criação de seus filhos por meio da prática esportiva.

“Quero agradecer o convite feito pela diretoria da FPJudô e afirmar que é um grande prazer estar aqui com todos vocês. É muito bom participar de uma competição como esta. Queria muito ter vindo aqui na semana passada para integrar a minha equipe, o Esporte Clube Pinheiros, mas fui à Rússia representar o Brasil, onde conquistei mais uma medalha de bronze. Parabenizo os pais pelo comprometimento com o desenvolvimento de seus filhos e reafirmar que o judô transforma e prepara nossas crianças para a vida”.

O último pronunciamento foi feito por Francisco de Carvalho Filho, presidente de honra da FPJudô e vereador na cidade de Mauá (Patriotas).

“Quero cumprimentar meu colega na Câmara Municipal de Mauá, o vereador Marcelo de Oliveira, e pedir que continue sendo o parlamentar íntegro, pois é de políticos com este perfil que nosso País precisa. Apesar das inúmeras conquistas de grande expressão, o Baby se mantém fiel aos princípios que norteiam a nossa modalidade. Ele é uma grande referência para todos nós, não apenas como atleta, e sim como a pessoa simples, abnegada e dedicada à essência do judô. Encerro cumprimentando também o professor Hatiro Ogawa, ex-presidente da federação paulista e técnico do Baby e do David Moura, outro gigante da categoria pesado do Mato Grosso. O Hatiro sempre deu grade parcela de contribuição ao alto rendimento como atleta e posteriormente como técnico dos dois maiores pesos pesados brasileiros de todos os tempos”, disse Chico do Judô.

SESI-SP de Bauru, o campeão da

Copa São Paulo Aspirante

Na edição de 2018 da Copa São Paulo Aspirante a equipe SESI-SP ficou na 13ª colocação, mas neste ano a equipe de Bauru foi a São Bernardo do Campo com uma equipe forte, coesa e determinada a vencer. E deu certo. Dos 21 atletas inscritos no certame, 11 medalharam.

Disputando sete finais e conquistando duas medalhas de ouro, cinco de prata e quatro de bronze, a equipe comandada pela técnica Renata Pereira da Silva Schiaveto (san-dan) totalizou 29 pontos e sagrou-se campeã da Copa São Paulo Aspirante 2019.

As medalhas de ouro da equipe de Bauru foram obtidas por Anna Beatriz Amorim de Jesus e Bruno Martins Lapo. As de prata foram asseguradas por Yasmin Sanches, Giovana Pereira Fracalossi, Felipe de Sousa Ribeiro, Gabriel Dumalak e Elisa Lopes Abreu. As de bronze vieram por meio de Yasmin Gabrielly Ferreira, Otto Dilli Nano, Júlia Lorena de Souza e Ana Clara Neves.

A técnica Renata Pereira da Silva Schiaveto avaliou o nível técnico da competição e detalhou a estrutura de que o SESI dispõe no judô.

“Apesar de ser um evento da classe aspirante, o nível foi altíssimo. Tivemos atletas que venceram várias lutas e mesmo assim ficaram fora do pódio. O SESI mantém três programas voltados para o judô. O Atleta do Futuro (PAF) abrange todo o Estado, o Treinar Esportivo atende atualmente 16 cidades de São Paulo e o Rendimento Esportivo que tem sede em Bauru”, disse a técnica sesiana, que citou os demais técnicos da equipe.

“Contamos com quatro técnicos em Bauru: a sensei Fernanda Assis, responsável pelo PAF, atende cerca de 280 alunos na faixa de 6 a 15 anos. Sou responsável pelo programa Treinamento Esportivo, de 10 a 20 anos, hoje com 106 atletas. O programa Rendimento Esportivo envolve 40 atletas a partir do sub 15, e os responsáveis são os senseis Marinho Esteves e Marcos Souza. O SESI estabelece que os atletas só podem competir a partir dos 10 anos. O programa PAF fornece atletas para o Treinamento Esportivo, que por sua vez encaminha os judocas mais competitivos para o programa Rendimento Esportivo”, explicou Renata.

“Nosso projeto tem a ambição de formar autonomicamente as equipes do alto rendimento. Aliás, temos dois atletas que saíram do PAF: Laislaine Rocha e Marcos Soares, que hoje são destaques em suas categorias em âmbito internacional”, disse a técnica, que finalizou avaliando esta importante conquista.

“Fomos campeões da Copa São Paulo Aspirante de 2016 e felizmente agora repetimos esta façanha. Esta conquista importante ratifica a consistência técnica e estratégica do trabalho que desenvolvemos desde a base ao alto rendimento”, concluiu a professora Renata Schiaveto.

Associação de Judô Aleixo de Jaú,

a vice-campeã

Terceira colocada na Copa São Paulo Aspirante de 2018, a Associação de Judô Aleixo conquistou três medalhas de ouro, duas de prata e seis de bronze, que resultaram em 27 pontos e asseguraram o vice-campeonato desta edição.

A equipe comandada pelos professores Bento Emanoel Aleixo (go-dan) e Hercílio Aparecido Benedicto (go-dan) foi a São Bernardo do Campo com 27 atletas, dos quais 11 conquistaram vaga no pódio.

Bento Emanoel Aleixo, professor responsável e fundador da associação, explicou que no início do ano a equipe faz sempre uma pré-temporada e são convidados professores de outras modalidades de luta. Este trabalho tem sido de grande importância no aprimoramento técnico de seus alunos e antes da disputa a equipe já havia traçado a meta de ficar entre os primeiros colocados.

“Com base no excelente resultado obtido no ano passado, nós realmente contávamos com um grande resultado nesta temporada, e felizmente estávamos certos. Mas é importante frisar que isso se deve à importante ajuda prestada pelos vários faixas pretas que nos auxiliam, bem como à determinação e ao esforço dos judocas da nossa equipe. A meta agora é conquistar muitas medalhas na fase final do Campeonato Paulista Aspirante”, disse o professor, que concluiu listando os apoiadores do time jauense.

“Estamos na região central do Estado de São Paulo, cerca de 300 quilômetros da capital. Para manter todas as demandas que o calendário de eventos da FPJudô exige, contamos com o apoio de várias entidades, como a Prefeitura de Jaú que, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, desde 2001é nossa maior apoiadora. A Real Dragões, torcida organizada do São Paulo Futebol Clube, e a Luvemaq Peças e Serviços, também apoiam nossas ações. Temos uma comissão de pais que é muito atuante e nos ajuda muito”, disse o professor Aleixo.

Academia de Judô Pissarra, de Mairiporã,

a terceira colocada

Oitava colocada na Copa São Paulo Aspirante de 2018, a Academia de Judô Pissarra ajustou os ponteiros e aumentou o foco do trabalho realizado anteriormente. Com 22 atletas no shiai-jô do Ginásio Adib Moysés Dib, a equipe comandada pelos professores Horácio Pissarra (san-dan) e Gilberto Tadeu de Freitas (sho-dan) atingiu os objetivos traçados e voltou para Mairiporã com o troféu de terceira colocada num certame que teve 173 equipes inscritas.

Conquistando três medalhas de ouro, três de prata e duas de bronze, a equipe Mairiporense totalizou 26 pontos.

Fundamentados no trabalho realizado na temporada passada, os professores da Academia Pissarra sabiam que poderiam chegar entre os primeiros colocados, e o sensei Gilberto Freitas explicou de que forma atingiram este objetivo.

“De 2018 para 2019 intensificamos os trabalhos na classe sub 9 e a atenção nas classes sub 18 e adulto. Não adianta querer inventar a roda. É muito mais prático trabalhar bem aquilo que temos em mãos, e foi isso que fizemos, desbancando equipes e clubes poderosos do nosso Estado”, explicou o técnico, que também falou sobre as metas para esta temporada.

“Iniciar a temporada entre as três melhores equipes da base nos incentiva a seguir trabalhando ainda mais focados e aprimorando ainda mais o treinamento e o preparo de nossa equipe para novas conquistas. Mas nosso objetivo principal é sempre fomentar a difusão dos aspectos filosóficos do judô, dentro e fora dos tatamis”, disse Gilberto Freitas.

Classificação por associação

Agremiação                                                       Pontos     Ouro  Prata  Bronze

1º – SESI-SP                                                        29             2        5        4
2º – Associação de Judô Aleixo                           27             3        2        6
3º – Academia de Judô Pissarra                          26             3        3        2
4º – A. Bushidô de Judô Kodokan                        25             2        2        9
5º – Projeto Olhar Futuro/ADPM                          23             1        5        3
6º – Associação Sekai de Judô                            22             2        3        3
7º – SET de Mogi Guaçu                                      22             2        3        3
8º – Assist. Santos-Gota de Leite                         21             4        0        1
9º – Judô Praia Grande                                        19             3        1        1
10º – Associação de Judô Mauá                          17             2         2       1
11º – A. Cultural Esp. Rec. Tupã                          15             3         0       0
12º – Bushidô Presidente Prudente                      14            2         1       1
13º – ADC. Urbam                                                13            2         1        0
14 º – Acad. Judô Morada do Sol                         13            2         0        3
15º -Associação Campineira Judô                       12            2         0        2
16º – Clube de Regatas Tumiaru                         11            1          1        3
17º – Judô Budokan de Peruíbe                          11            0          1        8
18º – Academia Judô Taboão SBC                      10            1          1        2
19º – SESI-SP                                                        9            1          1       1
20º – Selar -Jandira                                               9            1          1        1

 

Por: Paulo Pinto
Fotos: BUDÔPRESS – Marcelo Lopes/F.P.Judô – Daniela Serpa

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo