Seletiva para o Campeonato Brasileiro sub-21 de Judô – Etapa Masculina

A FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ, através da comissão de técnicos nomeada para esse evento, convida todas as entidades filiadas a FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ, para participarem da Seletiva para o Campeonato Brasileiro 2021 – CLASSE SUB 21 Divisão Especial – MASCULINO.

A Comissão de Técnicos é formada pelos professores:

• Sérgio Malhado Baldijão – Esporte Clube Pinheiros;
• Marcos Elias Mercadante – Associação Marcos Mercadante de Judô;
• Thiago Valladão Fernandes – São João Tênis Clube;
• Alexandre Lee – Clube Paineiras do Morumbi;
• Paulo Alvim (coordenador) – São João Tênis Clube.

DA DATA E LOCAL:

ART. 1º – Serão definidas e divulgadas em outline após o encerramento das pré-inscrições.

DAS PRÉ-INSCRIÇÕES E INSCRIÇÕES:

ART. 2º – As entidades filiadas precisarão respeitar as exigências de participação e limites estabelecidos para o quantitativo de atletas e técnicos em conformidade com o estabelicido para o evento.
ART. 3º – As pré-inscrições deverão ser encaminhadas para o e-mail – seletivasub21@gmail.com, com cópia para o e-mail – comissaotecnicasp@gmail.com, entre os dias 09/09/2021 até às 18h do dia 17/09/2021, com as seguintes informações:

• Nome completo do atleta;
• Data de nascimento;
• Nome da entidade filiada;
• Categoria de peso;
• Sexo;
• Comprovante referente aos critérios mínimos exigidos no item ART. 7º.

Parágrafo único: A falta de qualquer informação ocasionará o indeferimento da pré-inscrição/inscrição do atleta e/ou técnico.

DOS DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA O DIA DO EVENTO PARA ATLETAS E TÉCNICOS:

• Resultado do teste, antígeno ou PCR covid, preferencialmente realizado em laboratórios e com no máximo 48 horas antes da chegada ao evento (ex. para evento no sábado o teste deve ser realizado na quinta-feira);
• Termo de Compromisso e Responsabilidade – anexo 1;  Declaração de participação e atestado médico – anexo 2 (atletas).
Observação: Os documentos originais deverão ser entregues no credenciamento da competição, não serão aceitas cópias. O atestado médico deve conter o carimbo do médico e o número do CRM.

DOS ATLETAS E TÉCNICOS:

ART. 4º – Cada Entidade Filiada poderá inscrever até 2(dois) técnicos.
Justificativa: A diminuição do quantitativo de participantes se fez necessária para preservar a segurança dos envolvidos diante da complexidade do cenário sanitário.
Parágrafo único: A entidade que inscrever somente 1 (um) atleta, poderá inscrever 1 (um) técnico.

DO PAF (PROGRAMA DE APOIO ÀS FEDERAÇÕES)

ART. 5º – Serão sorteados no dia do evento 3 (três) PAFs para os atletas. No caso do Técnico com o direito ao PAF será aquele que obtiver a maior quantidade de atletas classificados para o Campeonato Brasileiro de Judô.
ART. 6º – Atletas e técnicos beneficiados pelo PAF deverão permanecer obrigatoriamente para o treinamento de campo. O treinamento de campo é restrito aos beneficiados do programa.

DOS CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÕES PARA ATLETAS:

ART. 7º – Poderão participar os atletas pertencentes as classes Sub18 ou Sub21 (no ano de 2021) que obtiver quaisquer um dos seguintes titulos:

1. Campeão, vice-campeão, ou terceiro colocado, a partir do ano de 2018 nos campeonatos na Divisão Especial:

a. Campeonato Paulista – fase final;
b. Copa São Paulo;
c. Open AJINOMOTO;
d. Campeonato Paulista Estudantil;
e. Quaisquer eventos Oficiais da CBJ de acordo com o RNE (ex.: Meeting Nacional, Campeonato Brasileiro, etc.);
f. Eventos Oficiais do COB e CBDE (ex.: Jogos da Juventude);

ART. 8º – Critérios para Indicação Técnica:

I. Delegados Regionais poderão indicar até 1(um) atleta por categoria de peso;
II. A Comissão de Técnicos poderá indicar até 1(um) atleta por categoria de peso.
DAS TAXAS:

ART. 9º – Conforme tabela da Federação Paulista de Judô 2021.

ART. 10º – Os custos para o Campeonato Brasileiro ficará a cargo dos atletas e técnicos, conforme outline do Campeonato Brasileiro da CBJ.

DA PESAGEM:

ART. 11º – Os atletas deverão apresentar um documento original oficial com foto em todas as pesagens, caso não apresente o atleta será impedido de participar da seletiva.
ART. 12º – Os atletas deverão se apresentar no horário e local marcado para o início da pesagem devidamente trajados de roupas de banho ou traje íntimo (sunga, biquíni, cueca, calcinha e sutiã, top ou collant).
Parágrafo único: Para os atletas menores de idade, haverá uma tolerância de 100g do limite máximo de sua categoria, uma vez que é proibido pesar nu.
ART. 13º – 45 minutos antes do início da competição, serão sorteados 4(quatro) atletas de cada categoria de peso para a pesagem aleatória com a tolerância de 5% de sua respectiva categoria, a pesagem terá duração de 30(trinta) minutos.

DO SISTEMA DE COMPETIÇÃO:

ART. 14º – Os atletas convocados para o Campeonato Panamericano Sub21 2021 serão considerados cabeças de chave.
ART. 15º – O sistema de apuração será condicionado ao número de atletas, a saber:
1. Dois atletas – melhor de três combates.
2. De três até cinco atletas – Rodízio todos contra todos (Round robin).
3. Seis ou mais atletas terá a seguinte dinâmica:
a. Fase 1 – repescagem olímpica (perdedores dos semi-finalistas a partir das quartas de final) apurando quatro atletas (os finalistas e os dois vencerdores da repescagem);
b. Fase 2 – os quatro atletas realizarão o Rodízio – todos contra todos (Round robin). Caso os atletas já tenham lutado na fase 1, a vitória será considerada na fase 2.

ART. 16º – Critérios de vitória no Rodízio (Round robin):

1. Número de vitórias;
2. Maior quantidade de Ippon;
3. Maior quantidade de Wazari;
4. Confronto direto;
5. Refazer as lutas empatadas.

DO TEMPO DE LUTA:

ART. 17º – O tempo de luta será de 4(quatro) minutos. Em caso de empate no tempo regular será aplicado o Golden Score.

DO PROTOCOLO DE SEGURANÇA QUANTO A COVID 19:

Princípio da testagem dos envolvidos:

ART. 18º – Todos os envolvidos serão obrigatoriamente testados conforme os protocolos determinados pelas autoridades de Saúde Pública.

Princípio da biossegurança:

ART. 19º – Aplicação obrigatória de todos os protocolos de limpeza e afastamento social, exceto dos envolvidos na disputa.

Parágrafo único: O atleta só poderá retirar a MÁSCARA, quando entrar na área de competição, devendo recolocá-la assim que sair da área de competição.
Princípio da mínima participação nos eventos e mínima duração; restrição de torcida:

ART. 20º – A competição não terá torcida, o número de árbitros será o menor possível, assim como o de dirigentes. Os grupos de apoio e limpeza atuarão com quantidade mínima de trabalhadores. Os atletas que participarão do evento, com a devida liberação da Federação deverão apresentar-se rigorosamente no horário estipulado. A comissão organizadora reunirá os competidores em horários diferentes para evitar ao máximo aglomerações.

Princípio da espontaneidade:

ART. 21º – Os atletas e demais envolvidos participarão espontaneamente e sem nenhum tipo de prejuízo caso não queiram atuar.

Credenciamento e Participação de atletas:

ART. 22º – Todo credenciamento será realizado de forma digital.
ART. 23º – Será necessário a testagem de atletas e árbitros.
ART. 24º – As lutas deverão ser realizadas com horários estipulados para cada categoria.

Pesagem e Congresso Técnico:

ART. 25º – O congresso técnico será realizado de forma remota utilizando as plataformas digitais.
ART. 26º – A pesagem será realizada em local ventilado somente com o atleta e árbitro.
ART. 27º – O acesso ao local da pesagem acontecerá somente após aferição da temperatura e higienização das mãos.
ART. 28º – Árbitros e atletas deverão usar máscaras durante toda a pesagem.
ART. 29º – A balança deve ser higienizada após cada pesagem.

Instalações:

ART. 30º – Toda a instalação será sanitizada antecedendo a competição.
ART. 31º – Aferição de temperatura de todos os participantes com termômetro eletrônico a distância, não será permitido a entrada de pessoas acima de 37,8°C.
ART. 32º – Será disponibilizado álcool em gel 70% na entrada como também em pontos estratégicos.

ART. 33º – O local estará sinalizado e com isolamentos necessários em toda instalação.
Disponibilidade da quadra, áreas, mesários e árbitros:

ART. 34º – As áreas serão montadas com uma distância cabível (área de proteção) umas das outras.
ART. 35º – Mesas e postos de controles obedecerão a distância mínima de 2 metros.
ART. 36º – Materiais de uso com canetas, formulários serão de uso individual.
ART. 37º – A área de identificação será instalada em local ventilado e sinalizada com a distância correta.
ART. 38º – As cerimônias de abertura devem ser reduzidas e a apresentação das equipes devem ser suspensas.

Paramentação de árbitros, mesários, atletas e técnicos:

ART. 39º – Atletas deverão estar portanto máscaras.
ART. 40º – Cada atleta deverá utilizar seu próprio material de proteção individual.
ART. 41º – A utilização de objetos eletrônicos fornecidos pela organização do evento, serão higienizados com produto indicado pelo fabricante.
ART. 42º – Árbitros, mesários e técnicos deverão estar utilizando EPI´S (máscara e face shield), árbitros envolvidos diretamente com a mediação da luta deverão também utilizar luvas tipo cirúrgica.

Utilização das áreas de luta:

ART. 43º – A equipe de arbitragem utilizada em cada luta será documentada caso haja necessidade de futuros rastreamentos.
ART. 44º – As áreas de lutas e cadeiras serão higienizadas periodicamente durante o evento.
ART. 45º – Sempre que entrar ou sair na área de lutas, higienizar as mãos.
ART. 46º – Findando todos os seus combates os atletas não poderão permanecer no interior do local da competição.

ART. 47º – Obedecer aos protocolos de enfrentamento do Covid19 destacando:

1. Manter o distanciamento de 2m no local da competição;
2. Não andar sem o Wagi e chinelo no interior do local da competição;
3. É proibido o compartilhamento de objetos pessoais. Cada atleta deve trazer sua garrafa de água;

4. Recomendamos uso breve dos banheiros;
5. Será disponibilizado álcool líquido e/ou em gel na entrada, nas mesas de árbitros/mesários, na área de aquecimento, na entrada na área de lutas e no local da pesagem;
6. Uso do tapete higiênico ao entrar nas áreas;
Parágrafo único: Todo atleta, ou componentes da equipe que não cumprir as determinações acima será excluído, sumariamente do evento.

Referência:

Protocolo das Artes Marciais Unificado – SELJ (https://www.esportes.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/08/protocolo-das-artes-marciais.pdf)

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:

ART. 48º – O evento prestará os primeiros socorros em caso de acidente, mas não se responsabilizará por despesas médicas que possam que por ventura possam ocorrer em decorrência do mesmo.
ART. 49º – Não haverá premiação.
ART. 50º – Casos omissos serão decididos pelo Departamento Técnico da Federação Paulista de Judô em conjunto com a Comissão de Técnicos.
ART. 51º – Ficam ressalvados todos os direitos por questões sanitárias ou fator alheio a vontade, o cancelamento do evento em qualquer momento.
ART. 52º – Será emitido tempestivamente outline contento data, local, e demais informações sobre o evento.

São Paulo, 08 de setembro de 2021

TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE

Fique por dentro de eventos e notícias locais das Delegacias Regionais

Nossos Parceiros

Logo Parceiros

Nossos Apoiadores

Logo Apoiadores

Nosso Instagram @fpjudo